Select Page

Desfazer nós era algo que dava muita satisfação a um homem já idoso. 

Sentava-se diariamente num banco de jardim e via os jovens estudantes correrem para apanharem o autocarro, subirem e irem embora. Um dia, quando o autocarro estava quase a chegar, viu um rapazinho que se inclinava para desfazer um nó que os colegas lhe tinham feito, atando os atacadores dos dois ténis. O autocarro chegou, ele não subiu e começou a chorar. Depois do autocarro ir embora, foi ter com aquele senhor e perguntou-lhe: «Pode desfazer-me este nó?» 

Esta é uma pergunta que Jesus gosta de ouvir, porque veio ao mundo para desfazer os nós que não podemos desatar sozinhos. Ele morreu na cruz para desfazer o mais apertado dos nós! 

Texto da semana: João 3.1-21