Select Page

«Nunca te esqueças que o facto de viveres não vem de ti mesmo e não é por decisão tua que estás a respirar. Não te esqueças que o facto de viveres é ideia de um outro e o poderes respirar é um presente que ele te dá. 

Tu foste desejado, não és filho do acaso, ou um capricho da natureza, quer a tua vida seja como uma canção alegre ou triste. Tu és um pensamento de Deus, e ainda por cima, um pensamento talentoso. Tu és tu… 

És único: sim, tu és tu. 

Nunca te esqueças: ninguém mais pensa, sente, age como tu e ninguém sorri como tu o fazes. Nunca te esqueças: ninguém vê o céu como tu e ninguém nunca soube o que tu sabes. 

Nunca te esqueças: ninguém neste mundo tem a tua cara, e só tu tens esses olhos. Nunca te esqueças: tu és rico, com ou sem dinheiro, porque tu vives! Ninguém vive da mesma maneira que tu.» 

© Palavras da canção “Nunca te esqueças” (Ne l’oublie jamais) de Jürgen Werth 

Texto da semana: Salmo 139.1 a 18