Select Page

Um artigo que vem na plataforma comercial Xing explica como a nova geração de smartphones poderá detetar, em função de um movimento, que eu quero tirar uma foto. Também vai fazer muitas outras coisas, como, por exemplo, analisar a data e a hora de um concerto a que gostaríamos de assistir sincronizá-las com a minha agenda e com a agenda da minha mulher; de seguida, vão ser encomendados dois ingressos e falta-me apenas efetuar o pagamento on-line. 

É uma previsão: seremos cada vez mais manipulados pelas tecnologias e grupos económicos vão ganhar cada vez mais dinheiro desta forma. Cada indivíduo precisa de saber claramente aquilo que realmente quer. Será que ainda sou livre, ou já estou a ser manipulado? 

Mas Deus funciona de forma diferente; Deus é respeitador e não manipula ninguém. Ele apenas nos convida e torna a convidar a entrarmos no seu reino. E assim terá a possibilidade de aceitar livremente, ou não, o seu convite maravilhoso. 

Texto da semana: João 14.1 a 31