Select Page
Um Servo Feliz
MSD Portugal
9. Janeiro 2022

Havia um homem que trabalhava de sol a sol para uma família de fracos recursos; davam-lhe de comer,  alojavam-no e recebia 20 cêntimos por mês, que, naquela época, era um ordenado normal. 

Aquele trabalhador costumava ir à Igreja todos os domingos e contribuía para a oferta com 5 cêntimos por semana; ficava muito feliz e muito reconhecido a Deus por suprir todas as suas necessidades.

Hoje em dia, um século mais tarde, assistimos a debates sobre um novo tipo de pobreza, e também  sobre a injustiça dos ordenados que vigoram. Aquele trabalhador tinha compreendido muitas coisas acerca de Deus e das riquezas celestiais. O nosso bem-estar e  os nossos desejos sem limites deterioram as nossas relações com os outros e, na realidade, essas relações são indispensáveis na nossa vida.

Jesus chamou a atenção dos seus discípulos  “… esta viúva pobre … deu tudo o que possuía para viver”. 

Texto da semana: Marcos 12.41-44

O tesouro de La Buse

La Buse era um pirata do séc XVIII que saqueou barcos no Oceano Índico. Em 1721 atacou o navio do Vice-rei de Portugal...

O big bang do amor

Não sei se no começo do nosso universo houve um big bang ou qualquer outro fenómeno, mas o que eu sei é que «do nada»...

Annahme verweigert!

Sehr freundlich drückt mir der Briefträger meine Post in die Finger. Ein Briefumschlag sticht mir besonders ins Auge....

Tem perguntas sobre o conteúdo?

Está à procura de uma relação pessoal com Deus? Entre em contacto connosco. A sua informação será mantida absolutamente confidencial.

+41 77 533 61 78